Daniil Medvedev elogia Andy Murray como uma inspiração à medida que a reforma se aproxima: "Vai ser triste quando ele se reformar"

Daniil Medvedev diz que "vai ser triste" quando Andy Murray se reformar do ténis, depois de o antigo número 1 do mundo ter dado mais informações sobre os seus planos de reforma.

Murray disse, depois de sair do Dubai Duty Free Tennis Championships, que não planeia jogar muito para além deste verão, o que levou a especulações de que os Jogos Olímpicos poderiam ser o seu último torneio.

Falando depois de ter chegado aos quartos de final no Dubai, Medvedev elogiou o vencedor de três Grand Slams, dizendo aos jornalistas: "Antes de mais, ele é um tipo divertido, um tipo fantástico para se ter por perto. Isso é sempre uma grande qualidade na vida.

"Vai ser triste quando ele se reformar. Mesmo eu não tenho a certeza de que ele vá parar este ano".

Inspiração

Medvedev admitiu que assistia a Murray quando era mais novo, na altura em que o escocês fazia parte de um "Fab Four" do ténis, juntamente com Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic.

"Sem dúvida que ele é uma inspiração para mim, porque me lembro de quando estava a subir na classificação", acrescentou.

"Foi nessa altura que ele estava a ganhar Slams, a jogar finais contra Roger [Federer], Rafa [Nadal] e Novak [Djokovic]. Portanto, os "Quatro Grandes".

Medvedev, o atual campeão no Dubai, vai defrontar Alejandro Davidovich Fokina nos oitavos de final na tarde de quinta-feira.

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments