Ons Jabeur desatou a chorar devido às dificuldades que tem tido com o joelho no final do Open de Abu Dhabi: "Estas lesões não ajudam"

Ons Jabeur (n.º 6), três vezes finalista do Grand Slam, sofreu uma derrota no Open de Abu Dhabi 2024 frente a Beatriz Haddad Maia (n.º 14) e desfez-se em lágrimas durante o segundo set. A tunisina não está a ter um início de ano promissor, especialmente tendo em conta a sua eliminação na segunda ronda do Open da Austrália contra a formidável Mirra Andreeva (6-0, 6-2).

Após a sua derrota para Haddad Maia, a número 6 do mundo revelou que sentiu fortes dores no joelho, o que a impediu de atuar com toda a sua capacidade física. Este facto revelou-se custoso contra uma jogadora do calibre de Haddad Maia. "Não me estava a sentir a 100%; infelizmente, o meu joelho ainda me incomoda um pouco. Hoje não era para ser o meu dia", disse Jabeur após o jogo.

O problema no joelho ofusca o jogo de Jabeur

Jabeur teve uma forte estreia no Médio Oriente, derrotando a campeã do US Open de 2021, Emma Raducanu (6-4, 6-1). No entanto, contra "Bia" Haddad Maia, surgiram problemas no joelho, afectando o seu desempenho:

"Estava a tentar lutar e ultrapassar este jogo, mas quando se joga contra alguém que joga muito bem como a Beatriz, é difícil competir. Dei o meu melhor e tentei manter-me concentrada e jogar o meu jogo, mas, infelizmente, não consegui", explicou Jabeur.

Estou um pouco triste porque estava a começar a sentir o meu jogo e a sentir-me bem, e estas lesões não ajudam. A prioridade agora é encontrar a solução para tentar manter o ritmo e espero conseguir fazê-lo."

"Há torneios em que é bom, outros em que é mau. Há uma semana que sinto o joelho, mas hoje foi o pior dia. Normalmente, durante os treinos, tento desenrascar-me, mas durante os jogos é um pouco mais difícil", acrescentou.

O próximo desafio de Jabeur espera-a no WTA 1000 Qatar Open, onde é a quarta cabeça de série, ganhando um bye na primeira ronda. A sua adversária na segunda ronda será a vencedora do encontro entre Lesia Tsurenko (n.º 37) e Zeynep Sonmez (n.º 184), de 21 anos, que recebeu um wild card dos organizadores.

Read more about:
Ons Jabeur Open de Abu Dhabi WTA

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments