Alex DE MINAUR vence Stefanos TSITSIPAS e mantém-se firme na defesa do título do Open do México

Alex De Minaur (n.º 9) pôs fim a uma série negativa frente a Stefanos Tsitsipas (n.º 12) por 1-6,6-3, 6-3 e 6-3 e continua a perseguir a defesa do título do Open do México. O australiano superou um início instável contra um adversário que nunca tinha derrotado. Tsitsipas liderava um espantoso registo de 10-0 no confronto direto, tendo De Minaur roubado apenas um set ao grego.

Foi um confronto acirrado entre dois jogadores que sempre apresentam boas performances no México. De Minaur chegou a Acapulco como o atual campeão, enquanto Tsitsipas tinha conquistado o título no Open de Los Cabos há apenas seis meses, derrotando De Minaur na final.

Com o placar empatado em 1-1, Tsitsipas encontrou seu saque e capitalizou as claras deficiências de DeMinaur no saque. O grego conseguiu três quebras consecutivas e não enfrentou novos break points contra ele, vencendo facilmente o primeiro set por 6-1.

O australiano conseguiu apenas uma percentagem de 47% de primeiro serviço, ganhando apenas 38% desses pontos e uns meros 11% com o seu segundo serviço. O atual número 9 do mundo ganhou apenas 32% dos pontos, num início dececionante.

No segundo set, De Minaur defendeu o seu serviço pela primeira vez no encontro e rapidamente conseguiu um break para fazer 2-0. A partir daí, ambos os jogadores sentiram inconsistência nos seus serviços e, com um total de cinco quebras consecutivas, foi o australiano que assumiu a liderança por 4-2.

A 5-3, DeMinaur teve o seu primeiro set point com Tsitsipas a servir, mas o grego salvou-o para se manter vivo. De Minaur enfrentou algumas dúvidas para fechar o set, mas acabou por garantir o 6-3 no seu quarto set point.

O terceiro set apresentou os melhores momentos de ténis, com os dois jogadores a mostrarem maior eficácia no serviço e menos erros não forçados de ambos os lados. Com um início equilibrado, o primeiro break surgiu no quinto jogo a favor de De Minaur, que passou a ter uma vantagem de 4-2 no serviço.

Tsitsipas cometeu vários erros não forçados, especialmente do lado do backhand, que tinha sido a sua arma mais perigosa durante a primeira metade do encontro. Finalmente, DeMinaur não hesitou em fechar o desafiante encontro com mais um break, garantindo a vitória por 1-6, 6-3, 6-3.

Na semifinal, enfrentará o britânico Jack Draper (nº 50), que tem estado numa forma impecável ao longo do torneio, não perdendo mais de quatro jogos por partida esta semana, derrotando Tommy Paul (14º), Yoshito Nishioka (82º) e Miomir Kecmanovic (53º).

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments