Andy Murray promete lutar após a última derrota e Challenger Tour é possibilidade: "A coisa mais fácil para mim teria sido abandonar a minha carreira"

Andy Murray sofreu mais uma derrota desanimadora frente a Tomas Machac no Open 13 Provence, em Marselha, com a sua série de jogos sem vencer esta época a continuar. Perdeu por 7-5 e 6-4 para Machac, mas depois das recentes críticas sobre o facto de continuar a jogar, o britânico prometeu lutar mais uma vez.

Murray jogou muitos títulos do Challenger Tour e ganhou confiança na época passada, antes de Wimbledon, numa tentativa de ser selecionado e essa pode ser novamente a resposta, após admitir que a resposta mais fácil seria afastar-se, mas que não quer seguir o caminho mais fácil.

No entanto, Murray é aberto e honesto sobre a situação atual da sua carreira e sobre o facto de que, quando não consegue ganhar, a confiança não existe. Mas, mesmo assim, o amor pelo jogo e pelos treinos nunca para.

"Talvez tenha de jogar em Challengers", disse após o jogo. "A coisa mais fácil para mim teria sido abandonar a minha carreira. Mas continuo porque adoro o jogo, adoro treinar. Neste momento, sem dúvida, não é fácil competir. Mas o que está a acontecer agora não afeta a minha carreira. Nenhuma série de derrotas vai mudar o que consegui quando estava em forma e com duas ancas. Mas quando não se consegue ganhar, também se perde a confiança".

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments