Marta Kostyuk vê Swiatek, Rybakina e Sabalenka como um trio dominante, mas também oportunidades para outras devido ao calendário: "Não estão frescas todas as semanas"

Marta Kostyuk deu a sua opinião sobre quem são as forças dominantes no ténis feminino neste momento. A ucraniana falou no Open de San Diego, onde atingiu os quartos de final. "Por agora, para mim, continua a ser a mesma coisa. É a Iga [Swiatek], a Aryna [Sabalenka] e a [Elena] Rybakina", disse Kostyuk.

"Acho que elas são as mais consistentes de qualquer forma." O trio estava classificado como as três melhores do Mundo, antes de Coco Gauff substituir Rybakina no terceiro lugar.

Swiatek é tetracampeã do Grand Slam, tendo vencido três nos últimos dois anos, o que precedeu a histórica vitória de Rybakina em Wimbledon em 2022, enquanto Sabalenka conquistou o seu primeiro Major em 2023 no Open da Austrália - antes de manter o título em Melbourne no mês passado.

Fator olímpico

Para além dos majors que ainda faltam disputar, há também os Jogos Olímpicos de Paris em agosto, um evento que todos os jogadores têm marcado no calendário. No entanto, Kostyuk avisou que, com um calendário pesado, o cansaço pode ter o seu papel.

"Sim, claro. Toda a gente fica cansada. É um calendário muito, muito difícil, especialmente este ano com os Jogos Olímpicos. Mas acho que se estiverem frescas, acho que estas três, mas não estão frescas todas as semanas, é essa a chave."

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments